Por que é importante ter uma marca?

A marca, segundo definição é a representação simbólica de uma entidade ou produto, seja ela uma simbolo, ícone ou nome que permite identificá-la de um modo imediato. Mas qualquer um que já pensou em comprar um Ipad, um tênis Nike,  um chocolate Kopenhagen, sabe que não é só isso.

As marcas atuam como elementos que  agregam valor às coisas. Marcas inspiram qualidade, evocam lembranças, atraem desejos. Quantas marcas nos fazem lembrar a infância? Marcas fazem parte da nossa história. Imagina chegar hoje no supermercado, na sessão de café e todos estarem em uma embalagem padrão, sem identificação. Todas das iguais, sem um sinal, uma característica que ajuda a você a guiar as suas escolhas. Se for Melitta é bom. Ou aquela nova marca, que pelas características, te chama a atenção e faz você se aproximar dela. Marcas são ou deveriam ser o ativo mais valioso de uma empresa.

Já pensou quanto custa a marca Coca Cola? E a marca Mac Donalds?
Agora, você deve estar pensando: “Marcas são para as grandes empresas”. “Quem sou eu para pensar em ter uma marca “.  Ai que está o erro. Essas marcas nasceram pequenas. Eu diria que qualquer nova marca tem 50% de sucesso e 50% de fracasso, como tudo na vida. Algumas terão mais potencial outras menos, mas nem sempre Potencial é garantia de sucesso.

Book Lovers na CBN

Então, se for para começar, comece com uma marca.  Uma marca que transmita a sua missão, o valor que você pretende oferece ao seu cliente, que te diferencie da concorrência e que, principalmente, faça com que o consumidor consiga identificar e diferenciar o seu produto/serviço.

Há uns anos atrás recebemos um briefing para criar um layout para uma Feira de Livro Infantil. Fomos pesquisar e tinha tantas feiras de livros infantis , que tínhamos que pegar a foto e mostrar para o nosso cliente para que ele dissesse se era a feira dele ou não. Todas tinham escrito “Feira de Livro Infantil” . Como identificar ser era dele ou não? Ele não tinha uma marca. Descobrimos que precisaríamos criar mais que um layout diferenciado (que vamos falar em outro post), precisaríamos criar uma MARCA.

Assim nasceu a BOOK LOVERS KIDS, com o conceito de criar crianças apaixonadas por livros. Com a marca em mãos, demos um nome para o produto, uma referência para o consumidor e para a imprensa.

Book Lovers na R7

Agora quando sai na mídia, a marca Book Lovers Kids tem o seu espaço e isso jamais teria acontecido se não existisse uma marca. E o seu produto/serviço tem uma marca? Como você está tratando a sua marca?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *